segunda-feira, 3 de junho de 2013

Cá entre nós

Cá entre nós, graças a Deus não existe dogma na música, e não se discutem questões de gosto; do contrário, a julgar pelo que pontificam certos tomistas metidos a musicólogos, teríamos que jogar na lata de lixo da história da música excelentes compositores, apenas porque não foram liturgicamente corretos em suas composições religiosas, ou por qualquer outro motivo banal, que não afeta o valor de sua obra; e muita beleza em arte se perderia, pois não se encaixa na moldura de ferro da filosofia perene.